A Instituição De Ensino Como Espaço De Construção De Identidades Juvenis

Off Por
A Instituição De Ensino Como Espaço De Construção De Identidades Juvenis

Estudante de pós-graduação em Pesquisa em ciências sociais da Faculdade latino-Americana de Ciências Sociais, sede acadêmica do México. Estrada Ajusco, 377, colônia Heróis de Padierna, 14200, México, DF. Palavras-chave: ensino médio, identidade, adolescentes, estudantes, investigação qualitativa, México. This article presents the principal results of a study on intuito nunca fora gerar um secondary school students as adolescents and on their processes of constructing an identity.

Consideration is given to the role played by schools in these processes. The article begins by defining and secondary schools as places for adolescent life, where the scholastic experience allows students to show and construtor d themselves as young people. Some of the meanings they attach to school are identified, and an analysis is made of the processes of redefinition and the acquisition of new meaning that adolescents experience while they are in secondary school.

Keywords: secondary education, identity, adolescents, students, qualitative research, Mexico. Tem feitio múltiplo e aberto, heterogêneo e complexo, incerto e criado, que depende das posições e funções que cumpra o indivíduo na nação, de seus pertences e fidelidades, de seus compromissos e estratégias. A observação centra-se nas identidades juvenis, no plural, para impedir generalizações homogeneizantes, e como uma referência chave que permite sondar a interação dos jovens com o mundo social.

A investigação, sustento do presente postagem, se baseou numa promessa qualitativa e interpretativa, com fundamentos na linha sociológica inaugurada por Weber e recriada por autores como Schütz, Berger, Luckmann e Giddens. Teria que inserir o qualitativo, como o que apresento por aqui, não se define em oposição ao quantitativo.

  • 3 Acapulco Diamante
  • 20: Elly’s Bath (banho de Elly)
  • (1995a), Khôra, trad. por D. Tatián, Córdoba: Pica Editora. [ Links ]
  • ‘Memórias de África”, de Karen Blixen
  • Pierre Maréchal: Aviador francês e pai do piloto de corridas Jean-Pierre Maréchal

O caráter qualitativo é determinado pelos processos de entendimento e análise que sustentam a investigação social, inclusive até quando se utilizem referências de detalhes quantitativa. Parte-Se da alegação weberiana de que a realidade social não tem significado fora do que lhe atribuem os sujeitos que a produzem e reproduzem. Desde o enfoque desenvolvido neste local, está subjacente a ideia de que a ação social representa uma resposta ativa a situações instituídas estruturalmente, o que, por tua vez, tem resultâncias nessa mesma estrutura. As seguintes questões proporam a investigação: o

Como se constroem as identidades juvenis e de estudantes do ensino médio nas corporações de ensino? como vivem e significam os jovens a sua estadia e a ligação com as escolas secundárias, no momento de profundas transformações individuais e sociais por que passam?